Buscar
  • REVIVA Soluções Ambientais

Efluentes Industriais: entenda a importância de tratá-los!

Atualizado: Jun 29


Quando se pensa em tratamento de efluentes, ou popularmente conhecido como esgoto, a primeira coisa que vêm à cabeça é o sistema de tratamento municipal onde é tratado, de forma centralizada, todo o esgoto do município. No entanto, sabe-se que a realidade é um pouco diferente, nem todo município (ou bairro isolado, por exemplo) possuem tratamento do efluente e/ou, que cumpra com as normas e legislações vigentes.


Sendo assim, o tratamento destes efluentes, sejam eles domésticos ou industriais, são de extrema importância na preservação do meio ambiente em ambas as esferas. Porém, quando se avalia a esfera industrial, a problemática pode ser ainda maior, devido ao grande potencial poluidor do efluente gerado (podendo este ser até 150 vezes mais concentrados que os esgotos domésticos, tomando como base o efluente de uma indústria de laticínios, por exemplo).


Uma vez que os efluentes gerados nos processos produtivos ou mesmo na limpeza de tanques reservatórios de produtos químicos e biológicos, quando não recebem tratamento adequado, podem gerar enorme risco para os corpos d’água e todo o ecossistema que os amortiza .

São inúmeras as consequências da negligência no tratamento dos efluentes, e incluem desde problemas relacionados ao odor desagradável e forte (a ponto de prejudicar a operação da própria indústria), até riscos à saúde dos operários e da comunidade ao redor da indústria, como morte de peixes e contaminação de mananciais de abastecimento público. Ainda, pode-se destacar problemas de manutenção e desgaste da rede de esgoto e equipamentos, além de alto risco de autuações, aplicação de multas e sanções pesadas que podem inclusive, inviabilizar (suspender) a continuidade das atividades operacionais da empresa.


Para se ter conhecimento, a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) divulga periodicamente em seu site as autuações aplicadas em empresas e estas informações podem ser consultadas a partir do CNPJ e/ou razão social. Trata-se de uma informação pública e acessível a todas as pessoas, independente da época da autuação. Sendo assim, o não tratamento do efluente acarreta além das consequências ambientais, punições cíveis e a depender do caso, criminais aos geradores imprudentes. Apesar de todas as consequências citadas acima, que já são bem sérias, o pior, talvez, seja a “mancha” inapagável que uma autuação por poluição ambiental possa trazer a reputação de uma empresa.


Pensando em toda a problemática, órgãos como a CETESB em São Paulo e o IBAMA no âmbito federal exercem rigorosa fiscalização de modo a tentar coibir o não tratamento e consequentemente o lançamento de efluentes fora dos padrões determinados pela resolução CONAMA n° 430/2011, que rege sobre todo território nacional, ou por outra normativa mais exigente estadual e/ou municipal, a citar como exemplo o decreto n° 8.468/1976 do Estado de São Paulo.


No entanto, a falta de experiência no tema pode prejudicar ainda mais algumas empresas que não são capazes de enxergarem toda a complexidade em questão, podendo levá-las a serem multadas ou incriminadas mesmo sem a intenção direta e coercitiva de cometer dolo ao meio ambiente. Em alguns casos, tal consequência pode ser capaz de decretar a falência das instituições.


Felizmente, existem inúmeras soluções para as empresas e/ou indústrias se adequarem as regulamentações sem impactar grandes investimentos financeiros e desdobramentos operacionais. Se faz necessário a avaliação do efluente a ser tratado por meio de uma empresa competente e que identifique todos os pontos e problemáticas em questão. Desta forma, ao pensar na solução deve ser levado em conta os custos operacionais com mínimo impacto estrutural, garantia de atendimento as regulamentações e normas vigentes, preservação das finanças, imagem da empresa e, principalmente, a comunidade e o ambiente onde a empresa/indústria está inserida..


O Time de Engenheiros da REVIVA possui vasta experiência, desde a elaboração de Projetos para Novas Instalações, até a aplicação de Assistência Técnica e Consultoria com o intuito de regularizar processos que não estejam conformes. Por isso, não deixe de entrar em contato agora mesmo e informe a sua necessidade, que será dado início as análises de forma mais imediata possível.



Estacao Compacta de Tratamento de Efluentes Industriais
Processo de Instalação de Sistema Compacto de Tratamento de Efluentes Industriais

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo